segunda-feira, 21 de maio de 2012

UM CONTO INDICADO PELA LUA QUENTE

 

Hoje, eu tinha programado postar um conto da deliciosa Luanna. Como não tenho nenhum conto novo dela, vou publicar um dos seus contos favoritos,de uma relação que peguei no site casa dos contos. Vocês podem conferir o que estou dizendo em http://www.casadoscontos.com.br. Ela está cadastrada lá como Lua Quente.

Pé da sorte
Autor: Kapciosa

acompanhante sao paulo gordinha sexy bbw sua namoradinha particular 24 horas sao paulo sp brasil__73FBC1_1

Ola voltei pra contar sobre meu ultimo encontro.

Sou morena, baixinha e sou gordinha. Isso nunca atrapalhou minha vida sexual.

Outro dia, saindo do trabalho encontrei o Zé**, um amigo do trabalho, ele perguntou se não estava a fim de tomar um chopinho antes de ir pra casa, pois estava uma noite quente, e ainda era cedo (pra ele neh, já disse num conto que moro longe do trabalho, e saio às 23hs). Mas ele disse que depois me levava embora,então topei,e la fomos nós.Aqui na minha cidade tem uma rua que em determinada altura é considerada o point da noite,tem barzinhos dos dois lados da rua por 2 quadras.Então o pessoal fica passando de carro e a pé ....Chegamos em uma das casas que é especialista em carnes,sentamos próximo a um janelão que da vista pra rua e ficamos falando da vida alheia..Tomamos mais um chopp e saímos de la.Ao chegar no estacionamento,torci o pé,e por uma coincidência tinha um médico saindo atrás da gente,ele veio ,examinou e disse que era só por gelo que de manhã estaria somente dolorido.Ótimo neh,pensei.O que uma noite quente tinha me arranjado.Mas meu amigo muito gentil morava a duas quadras de onde a gente tava,falou vamos primeiro la em casa,faço a compressa,se não melhorar te levo no hospital.Falei então ta.Nunca tinha entrado na casa dele,era toda linda,um sofá maravilhoso,enorme,e vermelho..deitei la e esperei ele vir com o bendito gelo.Quando ele voltou,sentou do meu lado,colocou um saco de gelo preso por uma toalha no pé machucado,e fazia massagens no outro.Nossaaaa,nunca tinha percebido como ele tinha mãos macias,e elas começaram a subir,subir...bem de leve,mas persistentemente.Ele foi vindo sem parar de olhar nos olhos até chegar a minha boca,MEU DEUS!!!QUE BEIJOOOO.A próxima coisa que senti foi um pau enorme e duro se esfregando em mim.Ele desamarrou minha blusa,e foi descendo até meus seios,lambendo,mordendo de leve...então ao tentar me virar pra ficar em cima dele gemi,de dor Caralho meu é....Cara foi horrível...Ele todo paciente me levou pro quarto,tirou nossas roupas, e deitou comigo de conchinha.Eu sentindo aquele cacete enorme me cutucando,comecei a rebolar,ai ele disse pra ter calma.E foi passando mão pela minha bucetinha,pelo meu grelinho,beijando minha nuca...foi vindo devagar,e colocando cm por cm,até entrar tudo.Gozei naquele pau lindo.Ai ele me fez ficar de costas, pegou meu pé machucado,apoiou no ombro,e socou tudo até o talo,quando percebia que eu estava perto de gozar ele tirava e ficava passando a cabeça na entrada,me deixando louca.Implorei, e ele atolando tudo ,me beijava pedindo pra rebolar no pau dele.Gozei de novo e de novo assim.Então ele disse que queria meu rabinho,falei que ele era grande...ele foi pedindo com jeitinho e deixei.Nunca tinha feito anal na posição de frango assado.E ele veio devagarzinho,até entrar a cabeça,então veio me dar um beijo e atolou tudo de uma vez,Senti dor.tentei empurrar-lo,mas ele ficou la inteiro dentro do meu cú.Com uma mão segurava meu pé machucado,com a outra começou a bolinar minha buceta,ora meu grelo,ora me penetrava com um dedo e sem perceber comecei a rebolar naquela tora.Só então ele começou a bombar,e gozamos quase juntos.Ele perguntou depois de um tempo se eu queria um banho,aceitei e fomos os dois pro chuveiro,eu manca neh,rsrsrsrs.Ele me ajudou no banho,me secando inclusive.Antes de deitarmos ele trocou os lençóis ,pois estavam molhados de porra e suor.Deitamos nus,e ficamos trocando carinhos até eu adormecer.Acordei e ele tava com o pau duro na minha bunda,me virei na cama e me arrastando fui beijando ele até chegar naquele pedaço de carne pulsante,dei uma lambidinha e abocanhei,suguei,até ele pedir pra para que queria minha buceta de novo.Apoiando o pé em um travesseiro,fiquei de quatro e ele me cobriu como uma égua,não sei mais quantas vezes gozei,até ele explodir dentro de mim de novo.Caímos na cama e assim amanhecemos os dois melados de gozo,eu com o pé inchado e dolorido,mas satisfeitos.

(publicado originalmente em http://www.casadoscontos.com.br/texto/2011054)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte sua fantasia