terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Novas experiências 4

2

Autor: Marih Assanhada

Olá galera!! Olha eu aê rsrsrs
Gostaria primeiramente de agradecer aos comentários dos contos anteriores.
Estou realmente muito contente! E é CLARO que vou dar seguimento as minhas
experiências sexuais. Eu realmente estou comprometida com isso!!!
E respondendo a uma pergunta intrigante de um leitor.. não! eu não tenho nenhum tipo de doença mas sim hipersensibilidade. Tá mais pra aquilo lá que a mulher tem que parece que o ímen se reconstitui sozinho. Eu deveria ter ido fazer cirurgia mas morro de medo então.. prefiro a dor mesmo. Acho que vou me acostumar. Sou masoquista kkkkkk . Bom.. lá vai. Acho que não preciso mais me apresentar né.. então vamos ao que
interessa.
-
Ontem, sábado, meu namorado veio para minha casa. Trágica notícia: Eu estou mestruada!! Realmente é um inferno. Mas como eu sou bastante criativa eu soube dar um jeitinho nisso.
Descobri que eu gosto de adrenalina e de correr riscos.
Estava em minha casa, eu e o meu namorado, minha irmã que é mais velha que
eu (30 anos), minha mãe e o marido.
Desde o momento em que eu abri o portão de minha casa, que vi o meu namorando entrar, já fiquei louca e cheia te tesão. Não sei porque mas parece que eu fico com os hormonios a flor da pele quando estou mestruada.Coisa de
louco.
Então.. ele me pegou daquele jeito e me beijou com muita paixão. No mesmo instante percebi seu pau ficar duro por baixo daquela bermuda. Isso me deixou
alucinada. Comecei a imaginar um monte de sacanagens.
Durante o dia conversamos com meus familiares, brincamos, assistimos tv, ficamos na net e bla bla bla. Mas a todo momento eu o abraçava sentado no sofá e ficava falando um monte de sacanagens no seu ouvido deixando ele ofegante e todo sem graça.

Eu dizia:
eu - não pense que eu esqueci não viu. Eu posso estar naqueles dias e não poder transar com você mas posso fazer muita coisa ainda.
ele - é? tipo o que?
eu - você sabe mas gosta mesmo de me ouvir dizer isso não é?
ele - claro que gosto. fala ai vai.. o que você quer fazer?
eu - Quero chupar seu pau!
ele - quer mesmo? vou pensar no seu caso.
eu - a seu mizeravel.. não quero mais. Se quiser agora vai ter que me pedir.
ele - eu sei que você não vai aguentar. Você gosta de mais de me chupar e vai implorar pra fazer isso.
E não é que o cachorro estava certo. Ele sabe como eu fico só de ver aquela pica grossa com a cabeçona vermelha ali me chamando. É alucinante!! Uma verdadeira droga para mim.

Ficamos nessa sacanagem o dia todo. Quando o pessoal da minha familia saia de perto de nós eu dava um jeito de enficar a mão por dentro da bermuda dele e acariciar seu pau de leve só pra ver ele subindo e ficando duro. Ele arregalava os olhos e ficava olhando em volta com medo de minha mãe ou alguém ver. Muito engraçado ver aquela carinha dele de assustado, só me dava mais tesão.

Quando chegou a noite, como estava fazendo muito frio minha mãe deu uma coberta para ele se cobrir no sofá mesmo enquando assistiamos tv. Incrível como todos em minha casa estavam com frio menos eu. Será que era o fogo? kkk

Eu sentei no braço do sofá perto dele e ele deitou a cabeça em meu colo. Eu fiquei assim por um tempo só para não desconfiarem de nada mas não aguentei muito tempo e pedi para que ele chegasse um pouco para o meio do sofá para que eu sentasse ao seu lado. Ele fez isso e deitou a cabeça em meu colo. Como ele estava como o corpo todo coberto, quando eu o abraçava uma de minhas mãos sumiam e percebendo isso me veio algumas idéias na minha cabecinha sacana. Levei minha mão até o seu pau, por cima da bermuda mesmo. Ele levantou os olhos para ver se alguem havia percebido e quando reparou que não dava para ver movimento algum, justamente porque a perna dele estava parcialmente levantada e fazia com que o lençol ficasse um pouco distante de seu corpo, ocultava por completo a minha mão que estava ali só alisando o seu membro. Mas aí ele pega minha mão, coloca por dentro de sua bermuda e fala para mim "aperta vai". E eu claro que obedeci. Comecei a apertar e a bombar. Fazendo um carinho gostoso.

A essa hora minha irmã estava dando escova no cabelo de minha mãe e o meu padastro já estava em seu quarto dormindo. Quando a minha irmã virava de costas para nós dois e consequentemente ficava na frente de minha mãe,ambas não viam nada, era aí que eu pegava no pau dele com força e batia uma punheta gostosa e ele começava a fazer caras e bocas ai eu parava e ficava no carinho. Fiquei assim até perceber que ele quase ia gosar. Quando parei ele reclamou:

ele - ouxe ouxe! por que parou? tava tão gostoso.
eu - Ah tah.. você acha que eu vou deixar você sujar o sofá de minha mãe pra ela querer me matar?
Ele - ta bom, mas depois você vai terminar?
eu - Eu vou fazer melhor do que isso meu amor..

Não demorou muito minha mãe e minha irmã foram se deitar. Quase instantaneamente começamos a nos agarrar. Eu já estava montada nele e nos beijando feito dois animais quando ouço um som de porta abrindo. Minha mãe sai do quarto. Tomei um susto, levantei do colo dele e comecei a falar do filme que estava passando na tv. Nada a ver!! Ela foi no banheiro e voltou. Esperei por um tempo e lá estava eu novamente montada nele me esfregando e mordendo o seu pescoço. Eu me sentia uma verdadeira puta. Tava com tanto tesão que tava me dando vontade de implorar pra ele me xingar, me bater...

Teve uma hora que eu não aguentei só ficar sentindo aquele pau cutucando a minha buceta e comecei a falar com ele:
eu - eu quero!
ele - eu sei o que você quer. Você adora isso. Pede vai.
eu - eu quero te chupar. Quero chupar seu pau. Deixa eu te chupar deixa.
Ele- chupa sua safada.

olhei pra um lado, olhei pro outro, aparentemente todos dormiam. Pensei.. aqui na sala? não. Vou pra área de serviço. Pedi para que ele esperasse, abri a porta do fundo, abri o portão e chamei ele. Encostei ele na pia, ele já foi abrindo a bermuda me agarrou e me beijando disse:

ele - Vai!! me chupa agora! chupa meu pau bem gostoso, do jeitinho que você sabe. Chupa agora sua safada! ( adoro quando ele me chama assim)

Eu obedeci, desci até aquela loucura de pau fiz um carinho com a língua, dei uma mordidinha na cabeça já inchada, ele segurou minha cabeça e enfiou com tudo. Que delicia meu deus!!! ai eu comecei a chupar com tudo, ele pegava minha cabeça com mais força, aperta meu pescoço, e eu quase sufocando e chupando, não conseguia parar, ele gemendo baixinho para não acordar ninguem. Eu só conseguia pensar em uma coisa. Goza, goza,goza,goza,goza,goza!Eu quero beber sua gala. Era a úcica coisa que passava pela minha cabeça.

Não demorou muito e veio. AAhh... quando eu senti a pica dele pulsando eu chupei mais forte e veio. Ah... se eu não estivesse com a boca ocupada eu gritava de prazer. Eu tive um orgasmo chupando o pau do meu namorado. Que delirio meu deus. A gala dele veio quentinha e um doce misturado com salgado. Eu querendo mais e chupando mais e mais até sair tudo. Ele puxou minha cabeça com força olhou pra mim meio lerdo e disse; " acabou lindinha, acabou". Ah.. eu quase tive um ataque. Queria mais. Não estava satisfeita.

Voltamos para sala.
Ele deitou no colchão que estava no meio da sala que era para ele dormir, pois minha irmã já dorme comigo no meu quarto, e relaxou. Ele simplesmente fechou os olhos e relaxou. Eu de pé em cima dele disse; " não acredito que você vai dormir e me deixar na vontade".

No mesmo instante ele me puxou pelas pernas eu caindo em cima dele. Me ajeitou em cima do pau dele e acreditem... já estava duro denovo. Que delicia. Comecei a cavalgar em cima dele que nem uma louca, me esfregando e falando sacanagens. Eu pedia pra ele me morder e me arranhar e ele obecedia.

Arranhava minhas costas, mordia meu ombro. Me virou para debaixo dele e desceu mordiscando meus seios, minha barriga, lambendo meu umbigo, minha cintura, e eu pedia " morde gostoso, morde sua safada morde!" e ele mordia com força a minha virinha bem gostoso. " mais forte amor" mais forte que eu quero sentir dor!" E ele obedecia. Mordendo cada vez mais forte e eu me ardia toda de prazer.

eu - Eu vou semana que vem pra tua casa e você vai me comer não vai? Vai me comer gostoso?
ele - ah.. se vou! Vou meter tanto em você que você não vai aguentar andar.
eu - eu quero que você me coma de quatro. Eu prometo que se você me comer de quatro bem gostoso eu te dou o meu cu. Você quer o meu cu meu gostoso?
Ele - aahh.. quero! Quero! vai me dar mesmo?
eu - Vou se você me comer bem gostoso. Me pegar de jeito,meter com força na minha buceta,me deixando toda lascada e arrombada,me bater, arranhar, me fuder bem gostoso mesmo eu dou. Dou tudo que você quiser e ainda mais. Eu sou sua, você manda eu obedeço. O que você quer agora heim?
ele - chupa meu pau denovo safada. Cachooooorra!! Chupa!

Aiiii... como eu queria ouvir aquilo. Ele falava de um jeito como se eu fosse uma puta, a puta dele. Minha bucetinha fica piscando só de lembrar.

Eu não perdi tempo. Desci bem rápido fui tirando a bermuda, abaixando a cueca, mordiscava a virilha dele, ele se contorcendo todo, lambia sua cintura ele ria de tanto prazer. Nós estavamos deitados bem em frente a porta do quarto de minha mãe, e ela sempre levanta a noite para ir ao banheiro. Eu não quis nem saber, só queria saber de chupar pau. Quando peguei aquele cacete na minha mão pequenininha eu fiquei realizada.

Nem parecia que eu tinha acabado de chupar ele. Não quis saber de beijar nem de mordiscar so queria meter boca. Enfiei aquele pau todo na boca com vontade e chupei como se precisasse dele para sobreviver. Tão gostoso. Não queria que acabasse. Passaria a noite inteira assim. Ele gemia,e gemia me deixando louca. E falava " MORDE, MORDE, MORDE SAFADA, MORDE MEU PAU GOSTOSO. EU SEI QUE VOCÊ GOSTA SUA CACHORRA." Eu eu mordia bem onde eu sabia que ele gostava, na cabeça. Bem entre a cabeça e o talo.Eu levantava os olhos e olhava pra ele com cara de cachorra e ele ria e falava " mais forte, morde forte". E eu obedecia. Mordia, chupava, lambia, cheirava, me deliciando com aquele pau lindo e gostoso. E ele gemendo e me arranhando as costas. Ah.. o sacana gosta de sentir dor igual a mim. E me apertava e me arranhava e pedia pra eu morder o pau dele e eu obedecia. Chupava aquele pau e não cansava, só queria mais e mais. Enquanto eu chupava a pica dele,eu ficava arranhando a virilha dele com as unhas e ele se contorcendo e gemendo e falando umas coisas que eu não entendia.

Foi quando eu senti denovo aquele jato quente na minha
boca e eu senti aquilo como se fosse uma droga entrando pelo meu corpo.Me entorpecendo, me delirando e enchendo de prazer. Tão gostoso. Chupei! Chupei com vontade até ter certeza de que não havia sobrado mais nada.

Quando acabei deitei ao seu lado, alisando o seu pau fazendo um carinho bem gostoso, ele me deu um selinho e respirou fundo segurando.

Ele ria sozinho e isso me deixou satisfeita comigo mesma novamente. Eu dei mais um beijinho no meu amor, dei boa noite e fui para minha cama dormir.

Mas quem disse que eu consegui?! Fiquei lembrando de cada chupada que eu dei naquele pau e quase levanto durante a noite pra chupar mais uma vez.

Ainda bem que não o fiz pois ele me disse que algum tempo depois que eu fui pro meu quarto ele já estava cochilando quando minha mãe levantou. kkk

No dia seguinte ficamos o dia inteirinho planejando como seria a nossa proxima foda. Eu fiz ele prometer que ia me comer pelo menos duas vezes no mesmo dia pra compensar essa semana que eu não pude.

Planejei chupar o pau dele 3 vezes antes da primeira trepada, depois ele me come em pé, depois eu chupo ele mais uma vez pra ficar duro denovo pra ele me comer de quatro e só ai eu ia ficar satisfeita.Fiz ele prometer também que não ia se masturbar a semana inteira pra guardar a gala todinha pra mim, pra eu ingulir ela todinha. Disse pra ele que ele so ia gozar da minha boca e na minha buceta eu dando de quatro empinando o rabinho pra ele. Agente ficou brincando o dia todo assim. Eu subia a escada ele vinha atras de mim dando tapas na minha bunda e dizendo - "to logo pra enfiar nela. Vou meter gostoso no seu rabo safada!"

Espero realmente que seja no minimo isso ou melhor!!! UUiii... to tão ansiosa. Eu disse a ele que ia pesquisar algumas posições para cada vez que agente fosse fuder fazermos uma diferente e cada uma que agente fosse fazendo riscar da "listinha".
Eu tô tão feliz gente !!!!^^

Ah.. não esqueçam os comentários por favor e se quiserem deixar dicas do que eu posso fazer para incrementar minhas experiências eu agradeceria e é claro que vocês vão saber de cada detale minimo. Mega bjO pra vcs

( conto publicado originalmente no site Casa dos Contos . http://www.casadoscontos.com.br/texto/201109103. Tem mais contos da deliciosa Marih Safadinha por lá. E também tem contos da deliciosa Luanna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte sua fantasia