sábado, 17 de setembro de 2011


Quem já leu meu primeiro conto vai entender este aqui.

Minha apresentação vai ser sempre a mesma então:

“Eu tenho 20 anos,moro em salvador-ba, tenho 1,55 de altura, peso 49 kg, sou morena, cabelo curto e encaracolado, tenho uma tatuagem enorme nas costas e o meu corpo é realmente muito atraente, pode parecer magra mas a minha médica costuma dizer que eu sou uma falsa magra pois tenho pernas grossas, principalmente a panturrilha, bunda bem redondinha e avantajada, somente os meus seios é que são pequenos (até demais pro meu gosto).”

Estávamos eu e meu namorado do lado de fora da casa de meu cunhado, mas dessa vez tinha gente na rua, pois ainda estava cedo, era por volta de 10 da noite ou algo assim.

Ele sentou no batente e eu em seu colo, então começamos a nos beijar. Ele que já estava todo animadinho pela experiência da noite anterior já foi logo enfiando a mão por debaixo na minha saia. Eu estava com uma saia longa daquelas de ciganas até os pés. Sentada no seu colo ficava fácil pra ele subir a saia sem ninguém perceber. Ele afastou a minha calcinha e enfiou um dedo, eu senti um desconforto, mas como já estava toda molhadinha de tanto tesão que ele me dá só de olhar pra ele, ficou mais fácil ele colocar o dedo lá dentro. Ele me beijando, beijando meu pescoço e com o dedo lá dentro, e eu com medo de alguém ver, pois a todo momento passava alguém pela rua, e lá todo mundo conhece todo mundo então... não seria legal se alguém visse aquilo ali né?!

Mas ai ele começou um movimento de vai e vem com o dedo na minha buceta e estava tão gostoso que eu comecei a rebolar no colo dele segurando a sua mão e fazendo ele enfiar mais, quando ele colocou outro dedo e eu fui a lua. Ele começou a sucar com mais força e eu fiquei em alerta pois tinha um grupo de meninos a uns 10 metros de nós ouvindo música no celular que começaram a olhar para trás e se movimentar de forma que dava pra ver o que estávamos fazendo então eu me contrai e falei com ele:

Eu – Vão perceber..

Ele – E daí? Ta tão gostoso!

Depois disso nada mais me abalou. Ele continuou metendo os dedos na minha buceta, dessa vez com mais força que dava pra ver ele movimentando o braço e qualquer um que olhasse saberia o que estávamos fazendo e isso me deu mais uma dose de tesão que me fez gosar gostoso. Eu fiquei nas nuvens pois os homens com que eu tive relações sexuais tentaram me masturbar e nenhum deles me fez gosar.

É claro que não paramos por aqui. Mas como nesta noite nós só fizemos isso terei que terminar este conto por aqui. Deixem seus comentários por gentileza e continuarei no conto seguinte, pois cada encontro nosso nós experimentamos algo diferente e mais gostoso.

Obrigada e bjus.

Marih

Um comentário:

  1. adoro seus contos , ficou uma vontadinha de quero mais..hummm

    ResponderExcluir

Conte sua fantasia