quarta-feira, 8 de junho de 2011

UMA AVENTURA POR GOIÂNIA!

AUTOR DESCONHECIDO

O relato que vou contar aconteceu comigo a cerca de 8 anos , quando eu estava no auge da minha adolescência, foi muito bom na época e me marcou como uma recordação muito gostosa. Tudo começou em uma tarde de sexta-feira, quando me sentei com uma turma de amigos em um dos barzinhos mais badalados de Goiânia, e que ainda existe até hoje.Eu tinha uma namoradinha na época mas não era nada sério, então eu estava ali realmente para ver e quem sabe até conhecer outras mulheres.Então nós ficamos ali, observando e comentando sobre cada mulher que passasse de carro ou das mesas vizinhas.Haviam várias meninas da minha idade, algumas bonitas , mas o que realmente me chamou a atenção foi uma loira de cerca de 30 anos , ou quem sabe mais, (nunca cheguei a perguntar a idade dela, mesmo por não preocupar muito com isso), sentada a duas mesas da minha , juntamente com uma mulher aparentemente bem mais velha e uma outra também com seus trinta anos.As três conversavam sem parar e aparentemente estavam alí só para almoçar ,enquanto eu e meus amigos procurávamos muito mais.Ela estava de frente para mim, e as outras duas de costas.Ela tinha uns olhos azuis belíssimos, e era muito charmosa.Até seu jeito de se mastigar me excitava.Prendí meus olhos nela e fiquei observando cada detalhe.Ela tinha uns seios de tamanho médio , parecendo durinhos e uma marquinha desenhada de biquini.A blusinha colada mostrava ainda uma barriguinha certinha, ou pelo menos sem excessos.De repente levei um susto ao perceber que ela me viu a observando daquela maneira .Eu disfarcei um pouco, sem conseguir conter um sorriso, por ter sido flagrado assim.Voltei minha atenção para a conversa com os amigos e eles estava planejando passarmos para a mesa de outras meninas da nossa idade que estavam claramente dando bola.Voltei os olhos novamente para a mesa da loira e a flagrei com um olhar em mim que não me deixou dúvidas, não era um olhar apenas casual, mas com certa sensualidade.Ela estava começando um jogo de sedução.Ela continuava conversando , mas sem deixar as outras mulheres perceberem, estava toda hora a me olhar , com aqueles olhos azuis e uma expressão muito charmosa.Eu não consegui mais tirar o olhos dela e fiquei pensando em ir até lá, mas, apesar de na época eu já ser bem atirado,a diferença de idade me intimidou um pouco.Eu fiquei na indecisão por uns vinte minutos eaté que ela deixou um dinheiro com as outras duas mulheres e se levantou da mesa.Ela veio em minha direção, mas apesar dos meus olhares insistentes não me olhou.Mas ao passar por mim, discretamente ela passou bem de leve um dedo na minha nuca ,sem que ninguém percebesse.Eu me virei novamente mas ela não olhou para trás.Seguiu e entrou em seu carro,um Tempra preto (no tempo em que tempra ainda era um ótimo carro, antes dos importados).Ela saíu e passou bem devagar na porta do bar e desta vez me encarou firmemente , com o mesmo olhar sexy de antes.Ela não parou mas seguiu com o carro bem vagarosamente , e virou a esquina , quase parando.Eu precisava saber se ela tinha parado ali à minha espera , falei para meus amigos que ia ao banheiro e fui até a esquina.Ao chegar lá ví o carro parado e por trás via o cabelo dela lá dentro.Fiquei com um pouco de receio de me aproximar, mas ela ligou o pisca-pisca, me dando certezade que queria que me aproximasse.Fui até lá e olhei pela janela do passageiro.Ela estava muito afobada e me disse: -Achei que você não viesse, não posso falar muito nem ficar muito aqui, mas me dê seu nome e telefone; Ela estava muito afobada, preocupada e olhando para os lados, entõ falei rapidamente o telefone.Ela nem anotou , falou que guardaria de memória e que me ligaria.Vendo a preocupação dela não quis pedir nem um beijo mas então ela me disse: -Deixa eu pelo menos sentir seus lábios, me beije; Eu pus a cabeça para dntro do carro , ela aproximou e me beijou, um beijo quente, muito macio, e que me deixou numa excitação total na hora.Ela me disse que me queria naquela hora, mas que não podia e que me ligaria, e rapidamente saiu com o carro.Voltei para a mesa satifeito pelo beijo , mas achando que ela não me ligaria mais, pois não tinha nem anotado o telefone.Ainda naquela tarde acabamos conhecendo as meninas da mesa ao lado e imendei a noite com uma delas no motel, mas sem conseguir tirar a loira da minha cabeça. No dia seguinte fui acordado por meu irmão com o telefone na mão , falando que era uma mulher e que pediu para me acordar.Atendi ainda muito sonolento e ela disse: -Bom dia meu príncipe, como passou a noite!!!A minha foi ótima depois do seu beijo. Adorei a surpresa, e conversamos por quase duas horas.Após elogios de ambas as partes ela me pediu desculpas pelo comportamento do dia anterior mas disse que não poderia ser visto em público com ela, e pediu para não conversarmos sobre o motivo disso tudo.Eu concordei prontamente, pois estava muito excitado com forma que as coisas estavam indo e com o ar misterioso de tudo aquilo.Ela me disse que chamava Nádia (depois descobri o nome verdadeiro, mas vamos deixar aqui como Nádia mesmo) trabalhava em uma compania de turismo,que viajava muito.Perguntei quem eram as mulheres que estavam com ela e ela me disse que fazia parte do assunto que não seria bom conversarmos.Achei engraçado, rimos e continuamos o papo.Ela perguntou se eu tinha namorada( e rapidamente completou que isso não iria nos atrapalhar em nada).Contei que tinha um namorinho e tudo o mais que ela perguntou.A conversa foi esquentando e começamos a conversar sobre as preferências de cada um na cama, loucuras que já tínhamos feito...Ela em disse que gosta de longas preliminares, com atenção especial aos seios, e eu a contei como gosto de ser chupado com todos os detalhes.Ela me disse como gostava que a penetração começasse com calma e muito carinho, e eu contei como adoro ouvir a mulher gemendo e a expressão de prazer.Ela me contou como gostava de ser possuída por trás,nesse ponto concordamos totalmente e rimos muito.De repente, quando a conversa estava bem quente ouví uma voz de homem bem ao fundo, e ela assustada disse que tinha que desligar e que me ligaria. E me ligou, e por várias vezes conversamos ao telefone , sendo que várias vezes nos masturbamos ,cada um em um lado da linha.Ela todas as vezes agradecia minha compreensão em não querer forçar um encontro ainda ou mesmo pegar seu telefone,e do meu lado eu que agradecia pois também tinha meu namoro e estava adorando por ter a ela por a ter como uma amiga , uma mulher assim tão decidida e de cabeça feita.Ela me disse que queria muito estar comigo mas ainda não sabia como fazer. Apesar da excitação em que estava um dia em que ela me ligou abri o jogo e disse que a suspeita de que ela fosse casada me incomodava muito , pois não queria ser eu a atrapalhar o relacionamento de ninguém, pois sempre achei e acho o casamento uma coisa muito séria.Ela estava muito carinhosa esse dia, me disse que de forma alguma eu estragaria alguma coisa, me fez mil elogios , falou que aúnica coisa que pedia era para ficarem alguns assuntos sem serem conversados.Ela me disse ainda que não aquentava mais e que queria me encontrar.Ela já tinha o plano todo preparado para o dia seguinte.Nos encontraríamos em um motel muito bom e que tem um espaço onde cabem dois carros, pois seria melhor irmos separados.Ela chegaria antes para se preparar para mim, e eu estava ansioso para ver essa preparação. Às 19:00, como combinado eu estava à porta do motel.Disse o número do quarto para a recepcionista e ela disse que eu já estava sendo esperado.Era um motel que eu já conhecia, entrei e guiei até o quarto indicado, onde já havia um carro parado,mas não era o tempra, e sim um Santana, também novinho e ainda sem placa(ela realmente pensava em tudo).Como era um quarto com duas garagens parei ao lado do carro e desci.Fechei a porta do estacionamento e bati na porta. Então ela abriu,e como estava linda, com um vestidinho justo preto, um penteado maravilhoso e umas jóias muito bonitas.No quarto apenas a luz de duas velas colocadas em volta de um vinho e duas taças já cheias na mesa.Eu disse como ela estava maravilhosa, entrei, ela me ofereceu um copo, sentamos em um sofá e começamos a beber e a conversar.Agora era diferente, a conversa agradável era a mesma, mas estávamos ali , frente a frente, como a tanto esperado.Senti ela ainda um pouco receiosa e tomei então a iniciativa.Sentei mais próximo a ela e sem dizer uma só palavra tirei o copo da sua mão, pus mesa, e a beijei, bem suavemente, sentindo os contornos dos seus lábios, o calor da sua boca, o deslizar de sua língua.Não saberi dizer quanto tempo durou esse beijo.Então suavemente comecei a descer os beijo, ela apenas suspirava.Com muita calma e suavidade desci as alças do seu vestido e pude ver aqueles dois seios maravilhosos.De tamanho médio, novamente com a marquinha de sol e mamilos bem roséos , que beijei com delicadeza, e depois como um bebê aproveitei-os bem,enquanto ela afagava meu cabelo.Fui descendo então os beijos, mas ela me parou, com um olhar muito sedutor e disse que agora era a vez dela.Ela abriu minha camisa, com pressa ,e quase arrebentando os botões.Ela beijou meu pescoço, meu peito, minha barriga, beijos quentes ,de tesão.Então desceu mais e deu um beijo no volume por cima da calça.Então com delicadeza abriu os botões, desceu minha calça e começou a me chupar com muito carinho, uma delícia.a boquinha dela corria por todo meu pinto,num vai e vem suave, e depois descia para os testículos , chegando a por os dois em sua boca.Então ela passou a chupar com mais vontade, quase alucinadamente.Eu a parei e disse que não poderia simplismente gozar na sua boquinha,não naquele momento, eu queria antes desfrutar tudo que ela tinha para oferecer.Ela sorriu, acho que gostando de ver euainda adolescente , tomando conta da situação e a dizendo o que fazer.Eu a peguei nos braços então e a levei até a cama , onde tirei o resto do seu vestido e seus sapatos, também muito bonitos.Eu adorei a ver toda peladinha, e comecei a dar-lhe um banho de língua ,enquanto punha o preservativo .Ela com os olhos fechados de prazer e se remexendo apenas gemia.Então ela disse: -Vem me possui, entra em mim, sou toda sua. Aquilo me deixou louco ,e fui então por cima dela, e com muito carinho comecei a penetrá-la.Ela gemia baixinho, um gemidinho tão gostoso.Ficamos nesse vai e vem maravilhoso por muito tempo e depois começamos a mudar de posições.apesar da pouca idade eu já tinha uma boa experiência no ramo e cheguei a impressioná-la com algumas posições.Com o tempo a transa foi esquentando e mais um pouco e já éramos dois animais, então a levantei, pus ela de frente para a parede apoiada com os braços e a bundinha bem arrebitada e então fiz como ela mais gostava , de quatro, selvagem, e ela soltava gemido altos, intercalados com risinhos quase contidos.Eu comecei a entrar mais fundo nela ela me acolhia inteiro.O ritmo dos gemidos dela aumentavam e então passeia a acariciar seu clitóris enquanto a possuía por trás.Senti então ela se desmanchar em meus braços, em espasmos, em um orgasmo delicioso.Ao ver aquilo também senti meu gozo se aproximando e gozei, um gozo delicioso, e caímos na cama abraçados, ainda engatados, eu sentindo seu suor, seu perfume.Foi apenas o começo de uma noite deliciosa, regada a vinho, muita conversa, muito sexo, e um jantar delicioso. Após essa noite ficamos bons amigos e até confidentes.Continuamos as conversas sigilosas e optamos por mantermos as coisas assim .Mas um dia em que o desejo bateu mais forte nela ela me ligou e terminamos no motel, e o mesmo aconteceu comigo, e terminamos mais uma vez no motel.Meu namoro inicial terminou, depois comecei um outro mais sério e a vida dela ainda continuou um mistério.Há cerca de 5 anos ela se mudou para Fortaleza, mas de vez em quando ainda nos escrevemos, ela montou uma caixa postal apenas para receber cartas minhas, e de tempos em tempos ela me manda fotos eróticas suas, para manter o fogo aceso.Foi um aventura inesquecível e completa, por não se tratar apenas de sexo, mas de muita sensualidade, carinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte sua fantasia