sábado, 26 de fevereiro de 2011

delírios fragmentados...

De: mariazinha 

                     Não sei escrever contos sensuais . Não tenho jeito para isso. Mas deixo  aqui, fragmentos de meus delírios, que são reais, com o homem que eu amo.

                     Sexta-feira, Eram 19:30 horas...Entrei em casa pensando em  você .... Fui direto para a ducha. Não sei explicar a razão, mas eu sentia como se voce estivesse  bem próximo de mim naquele momento. Entrei no banheiro já com o corpo mole e afogueado.

                    Deixei que a água caísse lentamente sobre meu corpo na esperança de que me esfriasse, mas sensação de proximidade era muito forte ainda... A água caía sobre mim de uma forma gostosa, escorrendo da cabeça para os ombros e dali para  minhas costas, chegando até a marquinha branca que o biquini havia deixado, para depois escorrer pelas minhas coxas.

                    Isto realmente me excitava... Deixei  também que ela escorresse por sobre o meu rosto e do rosto para os meus seios, descendo pela barriga. Neste momento, eu já estava alagada e dolorida de tanto desejo.

                    Eu desesperadamente queria, precisava de você . Então. fechei meus olhos e imaginei voce  ali, naquele box comigo.

                    Toquei meus seios como se fossem as  tuas mãos ... Apertei primeiro o biquinho e depois o seio todo. Podia sentir tua mão me tocando, e a cada toque teu, eu sentia-me mais excitada. Voce me tocava  de maneira carinhosa e faminta que eu mal podia resistir.

                    Então, com os olhos fechados, deixei  voar minha imaginação. A medida que voce me acariciava,  eu imaginava te tocando também. Beijei tua boca, teus olhos, teu queixo...Passava minha língua em teu peito,  enquanto tua mão acariciava os meus seios já durinhos

                    Depois voce me abraçou bem apertado; tão apertado que eu podia sentir teu membro duro em contato com meu corpo faminto.

                    Sentia a ponta da tua língua provando-me, lambendo-me como se eu fosse um creme. Voce sentia  a umidade escorrendo de dentro de mim. E aquilo te deixava louco de tesão
                    Foi então que, com uma certa fúria, voce meteu  a língua nas minhas entranhas como se quisesses sugar tudo que havia dentro de mim...

                    Eu já sem forças para resistir deixei jorrar o meu primeiro gozo em tua boca e quanto mais eu gozava, mais me chupava, fazendo-me explodir em novos e delicioso êxtases.

                     Logo beijava minha boca, ou melhor chupava a minha  língua, e eu te masturbava bem gostoso . No entanto, minha língua muito queria brimcar com teu membro. Então segurei-o  o trouxe até meus lábios...Beijei-o de todas as formas e por todos os lados. Minha língua  desatinada de desejo, não parava...Dançava em volta, lambia, chupava. Sofregamente.

                    Eu realmente estava faminta de ti. Estava sedenta de teu sexo.

                    Levantei um pouco para novamente beijar tua boca...Eu sugava com força o teu peito, arrancando  gemidos cada vez mais roucos, mais loucos, enquanto minha mão não parava de acariciar teu pau  endurecido  já gotejando..

                    Minha boca te queria, minha língua te precisava. Eu queria  sentir teu gosto se dissolvendo na boca  e escorrendo pela minha  garganta; alimento, seiva para meu corpo. Assim que, cada vez mais tonta de tesão, voltei a te  chupar, a sugar ...Eu queria tua porra

                    Voce  implorava para me penetrar... Mas  eu não cedia....Eu queria sim, loucamente, te  beber, ingerir cada gota de teu gozo....

                    A água caia sobre nossos corpos. Voce começou a esfregar as minhas costas, e eu , gentilmente retirei o sabonete de suas mãos. Passei para trás de voce , e comecei lentamente o ritual de passar o sabonete em tua pele...

                    Olhando tuas  costas largas , não pude me conter... e num ímpeto te abracei por trás... deixei que meu corpo nu tocasse por inteiro o seu. Eu roçava meus seios em suas costas, enquanto meus dedos brincavam no teu peito .

                     Eu   te abraçava  forte e me esfregava em voce ...Ao toque de meus seios, voce ficou louco . Então, repentinamente ficou de frente pra mim e num impulso quase instintivo tomou meus seios em sua boca apertando-os e sugando-os tão vorazmente que pensei que desta vez voce fosse  devorar...

                    Voce me beijava e me chupava com tesão, os seios arrepiados, enquanto tua mão guiava a minha em movimentos sincronizados de vai e vem em teu membro...Eu te queria com volúpia...

                     Voce  beijava  minha nuca. Entremeava os beijos e lambidas  com pequenas mordidinhas e uma respiração tão quente que me deixava quase sem fôlego.

                     Num determinado momento, voce me puxou , levantou  uma de minhas pernas e mais uma vez sugou o mais íntimo do meu ser, indo e vindo com a língua na minha vagina,  deixando entorpecida de desejo...

                     Logo depois, voce me abraçou por trás, eu pude sentir o volume enorme de teu membro por entre as minhas coxas...

                    Ajoelhei-me no chão, trazendo-o carinhosamente comigo...E novamente o envolvi com minha língua faminta...Desta vez, voce nao aguentava mais ... Sentia teu gozo vindo. E  sem perder tempo enfiei o seu pau todo , todinho em minha boca. Voce, gemia, estremecia ...Apertava minha cabeça me empurrando  para que minha boca  engolisse inteiro aquela delicia. .

                    Com mão e língua e lábios eu fazia voce delirar...Sentia teu gozo vindo tal os  espasmos de teu corpo... Voce gemia...Quase urrava de prazer …   tesão...De seus lábios brotavam palavras ora amorosas, ora insanamente depravadas, o que me atiçava mais ainda a minha  libido...

                    Em movimentos loucos e insanos derramaste...Líquido quente, denso, viscoso a escorrer dentro de minha boca...Eu, ávida, sorvia  com paixão...Era o néctar dos deuses! Uma quantidade enorme!

Não deixei uma gota. Bebi...Depois  lambi os lábios e te olhei dizendo : "Meu amor ...Que delícia...Quero mais..."

                     Suavemente voce beijou  meu rosto, meus lábios e me abraçou num abraço terno, aconchegante, agradecido.

                     Tudo parecia  tão real....Eu estava em transe...Sentia teu toque. Sentia teu cheiro de homem meu... Voce tinha gozado como  nunca .

Deliciosamente. Indecorosamente...E eu apenas, apaixonadamente, me deliciava com teu olhar satisfeito...

                    Que pena...Foi só mais um delírio de meus sentimentos ...  Acordei de meu devaneio.Sentia-me encharcada. E não era  da água da ducha. Eram minhas águas de dentro que se  escorriam pelas  coxas...

                      Terminei de tomar a ducha. Entrei no  quarto  e vi a cama tão arrumadinha; lençóis macios e perfumados...

                     Estirei-me sobre eles, nua, perfumada, aberta... E atiçada pelos delírios de ainda há pouco, alisei meu corpo, meus seios...Toquei-me. Fechei os olhos. Ali naquela hora meu corpo estremeceu, contorceu-se em espasmos...Fui possuída por você

___________

SEIREN
esse site é muito bom . Pena que são poucas histórias disponíveis pra quem não é assinante. O site é www.seiren.com.br  histórias ilustradas muito bom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte sua fantasia