quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Eu coroa com sobrinho bem dotado

Autor desconhecido

Ola amgos, depois de muitos relatos que vi por aqui, decidi contar minha etoria, que aconteceu já faz 11 anos, mas me lembro bem de todos os detalhes. Sou uma jovem viuva, hoje tenho 59 anos, tenho 1,55- 62 kilos, seio medio pra grandes, coxa grossa, e uma bunda muito grande e carnuda,cabelos castanhos claros e olhos verdes, todos o homes mexem comigo quando passo por eles, assobiam, dizem gracinhas, não deixo transparecer, mas gosto muito disso, que mulher que não gosta?... Bem, vamos ao meu relato, casei-me com 22 anos, com um homem bem mais velho que eu, sempre tive uma tara por homens "maduros" , desde a epoca em que me tornei mulher por um /tio meu tarado que se aproveitou de mim por mais de cinco anos, tinha na epoca 12 pra 13 anos, depois eu conto esta estoria pra voces, mas vamos ao caso a que vim aqui contar...meu marido tinha 39 anos e era militar bem graduado da aeronautica, eu morava no interior de São Paulo, em Pirassununga, e ele era do Rio de Janeiro, casamos e depois de uns tres anos mudamos para o Rio,por problemas que eu tenho , não podia engravidar, meu marido não ligou muito pra essse fato....pois bem, tudo transcorria normalmente, eramos muito apaixonados um pelo outro, quando, depois de onze anos que fomos morar no Rio, aconteceu uma tragedia, meu marido faleceu num acidente de automovel....fiquei arrasada, desconsolada...de repente me vi sozinha naquela cidade maravilhosa, tinha minhas amigas lá, mas precisava de alguem conhecido pra me consolar, pessoas que eram da familia, voces me entendem...então, depois de um ano, mais ou menos, da morte do meu marido, aceitei o convite pra ficar uns diasna fazenda da minha cunhada, irmã do meu marido, no interior de Minas Gerais, em Uberlandia, eles tinham uma fazenda de leite, faziam queijos etc, estavam muito bem de vida.....moravam ela, o marido e dois casais de filhos....duas menias uma de 14 outra de 18, e os meninos, um de 12 e outro de 16, pois bem, la chegando todos ficaram alegres em me ver, o que me alegrou um pouco...
Passaram-se uma semana, ja me encontrava mais alegre um pouco, pois passeava muito pela fazenda, todos me tratavam muito bem, até que um dia, caminhando pela fazenda, vi um a coisa que mudou completamente minha vida.... naquele dia resolvi ir até uma queda d' agua que tem na fazenda, quando lá cheguei vi que tinha uma pessoa se banhando no lago, sorrateiramente, fui caminhando até o lago, com todo o cuidado pra não ser vista, cheguei até perto do lago, me escondi atras de uma moita e vi que era meu sobrinho João Carlos, que estava lá no lago, se refrescando, porque aquelie dia estava um calor danado, e quando ele saiu do lago pnotei q estava completamente pelado, fiquei dislumbrada com aquela visão, meu sobrinho, apesar de ter somente 16 anos, já estava um homem feito, um corpo bem sarado pelo trabalho na fazenda, não era muito alto, tinha 1,72 de altura, ombros largos, corpo peludo, e o que me deixou mais impressionada: um cecete grande, apesar de estar em estado de "descanso", era maior que o do meu marido duro, pois bem, estava ali, absorta, com aquela paisagem, qdo ouvi uma voz feminina, vinda do outro lado do lago,chamando por meu sobrinho, era a empregada da casa da fazenda, Maria do Carmo, uma mulher atraente, de uns 40 anos de idade, corpo magro e seios grandes, ela veio correndo em direção ao meu sobrinho e rapidamente tirou a roupa toda e entrou no lago, abraçando meu sobrinho...ahhh...pensei,: então os dois eram amantes!!!, do Carmo era casada com o capataz da fazenda, tinha tres filhos , e estava ali seduzindo aquele menino, resolvi voltar ao casal, estavam agora saindo das aguas e agora meu sobrinho estava "animado", seu cacete estava duro com as caricias que fez em Do Carmo, ...MEU DEUS!!!!!!!! seu cacete era imenso, colossal, nunca pensei que um homem poderia ter um cacete daquele tamanho, e pela idade dele, ainda irira crescer mais....fiquei atordoada com aquela visão e ao mesmo tempo excitada, eles vieram pra bem perto de mim, pararam a uns dez metros de onde estava, eles não podiam me ver, meu sobrinho ficou em pé e do carmos se ajoelhou e passou a chupar aquela enorme rola, quase não cabia na boca dela, era bem grosso.....num determinado momento ela colocou uma mão sobreposta a outra e ainda sobrou uns centimetros pra ela , que com avidez devorava aquela tora........depois de ele dar um verdadeiro banho de gato nela, mandou ela ficar de quatro e meteu aquela pirocona nela, Do Carmo fazia um escandalo danado..
- Mete devagar....ai, ai, ai, ai, devagar ...ai, ai, não aguento....ai..ai.. voce ta me arrombando com esse pintão....ai, ai, ai, eu não aguento...devagar..sssssssss..ai, ai, hummm..assim...devagar...que delicia....ai, ai, ai,
Estava estarrecida....quando dei por mim já estava com minha bermuda e minha calcinha arriadas e me tocando ....percebi minha buceta toda molhada...estava sem sexo a mais de um ano...gozei varias vezes.....
depois de um tempo mudaram a posição ela agora deitou-se de barriga pra cima e meu sobrinho se acomodou entre as pernas dela e meteu novamente aquela tora ....de novo aquele escandalo...desta vez ela colocou a mão na barriga dele, acho que pra ele não meter mais......foi quando, pela primeira vez escutei a voz dele....
- Não esta aguentando mais?? hein...gostosa....ainda tem muita rola pra enfiar em voce....nessa sua bucetinha apertada e quente.....vai tesão...mexe...hummm. puta que o pariu...que delicia.
Estava quase perdendo os sentidos... ja tinha gozado varias vezes, sentia meu corpo latejante...me imaginei ali..debaixo do meu sobrinho....levando aquela imensa rola na minha bucetinha...com certeza tambem não iria aguentar aquele colosso .... só tiive dois homens em minha vida, meu Tio e meu marido e ambos não eram bem dotados..
Meu sobrinho agora estava dando leves bombadas na Do Carmo, de repente acelerou os movimentos, fazendo Do carmo quase gritar , com certeza de dor e de tesão.......quando estava proximo do gozo, Zinho(apelido do meu sobrinho) tirou aquela imensidão da buceta de Do Carmo e gozou...nossa!!!!!, parecia que estava mijando tal a quantidade de esperma que saiu daquele cacetão.....espirrou pra tudo quanto foi lado......depois deitou-se ao lado dela ...
Do Carmo, assim que Zinho tirou o cacete de dentro dela, levou as mãos a sua buceta, fazendo uma massagem, certamente pra aliviar a dor.
Depois, foram até o lago se limpar, e dentro do lago ele comeu ela mais uma vez, gozaram e foram embora em caminhos opostos....
Fiquei ali, parada, por mais uns minutos....toda melecada...me vesti...e no caminho de volta pra sede da fazenda, a visão daquele enorme cacete não saia da minha mente, decedi que iria fazer de tudo pra seduzir o meu sobrinho "pe de mesa" . o que aconteceu depois de uns meses, antes descobri que o cacetudo comia mais tres mulheres da fazenda, e uma delas era a sua propria irmã.
Mas isso vou contar pra voces em outra oportunidade... me aguardem... aqui é o unico meio de eu me desabafar...esssa estória estava me aoniando a onze anos...não podia contar pra ninguem..

Um comentário:

  1. Incesto prazeiroso e me deixou de pau duro.

    Pedrão.

    ResponderExcluir

Conte sua fantasia