quarta-feira, 23 de junho de 2010

O FILHO DO CARTOLA ...

É LINDO E UMA BELA SURPRESA.

Conto de autor desconhecido


Sou do nordeste mulher casada e realizada, com 31 anos, exerço a função publica com prazer e com uma vida social boa, discreta mas muito excitante, e com tudo isto posso dizer ,que VIVO FELIZ.
Tenho as minhas loucuras pelo mundo do sexo, erotismo e emoção, desenvolvidas e praticadas com o meu maridão que me tem dado momentos excitantes e muito intimos, vivo num belo apartamento, onde as plantas e as cores do local onde vivo são a verdadeira harmonia criada pelo meu homem, das quais eu desfruto todas as horas de cada dia. Ele é professor universitário e vive nem sempre por aqui em outras vezes, está pelo interior.

O meu comandante tem um filho que é muito querido 16 anos André, que frequenta naturalmente o nosso apartamento, somos vizinhos, belo corpo, jovem e com um "clik" para me olhar e me tocar que foi demonstrado ao longo do tempo da nossa relação, algo que um dia poderia acontecer...

Foi crescendo, foi frequentando a nossa casa e com um ótima relação com o meu maridão. Um dia estava em casa e ele teclando no pc da casa.

Me chamou e me sentou no seu colo para ver um joguinho e lá estive tranquila e gostosa no colo dele e ele todo feliz - se notava no olhar, me dando dicas e as mãos dele deslizando nas minhas coxas e subindo a cada momento para as mamas e eu sentindo um arrepio pelo corpo todo devido à surpresa.

Que queria o nosso André de mim, que estava a pensar ele, sei lá me sentia muito bem e me deixei estar, virei-me para ele abri as pernas e dei umas caricias para retribuir aquele carinho dele e dava para sentir o pau dele na sunga e eu cada vez mais louca naquele momento, saltei do lugar e fui á vida sonhando e pensando.

Um dia estava a dormir sossegadamente e o meu marido dormindo comigo levantou-se e foi a sala buscar o André para vir para nossa beira dormir e eu sonhando o que poderia acontecer depois daquela brincadeira... parece que o meu homem adivinhava o lance...Deitamos, fechamos a luz, e passado um tempinho senti as maos do André deslizando no meu corpo e o meu homem dormindo descansado e eu muito excitada virei-me para o garoto e começei a dar saída ao meu tesão e loucura. Abraçei-o e dei muitos beijos no corpo e passei a minha boca pelo pau dele... que beleza que textura dava para notar que estava bem desenvolvido e que queria entrar em jogo, não fosse ele goleiro e dos bons lá na escolinha do futebol.

Tiramos a roupa e ele saltou para cima de mim e senti finalmente o tamanho do pau, que lindo e ele procurando penetrar no meu jardim florido e depois de varios beijos dele nas minhas mamas atacou com vigor e penetrou. Tinha jeito, sabia o que estava a fazer e o leite correu de repente na minha coninha louca.

Com este presente...fodemos durante o tempo todo, enquanto o patrão da casa dormia descansado e se calhar feliz pelo que estavamos a fazer...De um momento para outro ele me disse, vou gosar pela primeira vez na tua coninha, queres?

- Claro meu lindinho, dá a tua nega o teu leite virgem e muito gostoso vai dá... Ele soltou uma cachoeira de leite tanto e muito gostoso, descansamos e dormimos tranquilamente, foi uma noite muito muito excitante...,

quando acordámos contei ao meu maridao o que se tinha passado e ele num gesto espontâneo e sincero nos abraçou e deu um beijo a cada um, saltou da cama foi ao banheiro e aproveitamos para dar uma abraço um no outro de muito felicidade. que belo afilhado tinha eu....

Passado uns tempos o André telefonou-me que estava com saudades de mim e se podia vir até ao apartamento, pensei, será que ele vem finalmente dar beber ou beber ao meu pito ...vamos ver. Estava muito excitada...

Ele chegou com um sorriso nos labios me abraçou ainda na sala encostada a parede eu passei as mãos nas costas, deslizando até o bumbum depois fomos para o quarto do pc . Eu deitei-me na cama, ele pos musica , eu chamei-o para a minha beira ficamos a conversar eu fazendo mimos nele, depois fomos para o nosso ninho onde continuou a conversinha ludica e o aliciamento, caricias por cima das roupas e bem aconchegados depois ele tira a minha roupa e eu tiro a camisola dele, salta para cima de mim e fica a beijar-me e roçando o pau lindo na minha cona que latejava e cheia de leite, é uma sensação louca, no meio das minhas pernas, tiro a roupa dele e vejo aquele belo exemplar de vara negra com a cabeçote vermelho alta, imponente, linda!!! iressistivel !!!

Louca para entrar na gruta e eu ñ resisto caí em cima da vara dele com as pernas para a cabeça dele ele ficou a admirar a cona enquanto eu xupava a vara ele deslizava os dedos e tb ñ resistiu e chupou o pito como principiante, mas já muito gostoso, depois me vira põe-me de 4 ( gatas) pensava eu , vou levar com aquela vara gostosa de imediato!

mero engano ele ficou a deslizar o cabeçote na gruta só depois é que ele meteu tudinho eu estremeci ele gingava e metia tudo mesmo ,senti o cabeçote dele nas entranhas da minha gruta que loucura quando ouço... "vou gozar"

e eu digo a olhar para tua foto que esta lá a sorrir para nós, anda queridinho, goza para mim

e senti o leite a jorrar virgem denso e em kilos, tirou fora e foi deitando sobre no meu corpo que BELO quadro...

Eu sentia tu a veres e o meu pensamento voava até à tua beira meu querido Antônio Alberto.

Como a vida é bela e muito excitante e harmoniosa. Mariana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte sua fantasia