sábado, 22 de maio de 2010


 

CAROL

SEXO VIRTUAL COM UMA LEITORA DOS MEUS CONTOS

Conto de Gabriel – narcisosantos@hotmail.com


 

Não vou dizer o nome dela, mas ela gosta de ser chamada por Carol...

Primeiro ela me mandou um email dizendo que adorou meus contos e ficou excitada .

Perguntou se eram reais e seu eu era mesmo daquele jeito na cama

Respondi dizendo que alguns eram reais, outros não, mas que o meu jeito de transar era verdadeiro....

Trocamos mais alguns emails e ela me pediu pra mandar meus contos pra ela e eu mandei quase todos...

Ela me escrevia que quando lia meus contos, se colocava no lugar das mulheres que eu comia e que pensava em mim quando transava com o marido.

Dizia ser uma pena não poder se encontrar comigo porque era casada com um homem muito ciumento e pior, que isso, tinha um casal de filhos também ciumentos, que viviam observando ela.

Pori sso estranhei quando, naquela noite, ao abrir o MSN, vi que ela estava on line.

Disse que o marido estava viajando a trabalho e os meninos tinham saído para uma rave..

"finalmente, vou ter um dia de liberdade", Carol me disse pelo MSN..Apesar de dizer-me que o marido ligava prá ela de vez em quando.. "..talvez só pra saber se eu estou em casa".. disse ela...

Eu fiquei feliz e começamos a teclar, depois começamos a falar pelo microfone.

Ela tinha uma voz delicada e suave e disse ter gostado muito da minha voz...

Deixei que ela falasse sobre seus problemas com o marido e os filhos, como se tivesse desabafando.

Até que começamos a falar sobre os contos e os vídeos que eu enviava prá ela e nosso papo ficou mais apimentado.

Ela me chamou para um bate papo pela web cam..Eu disse a ela que não tinha camera, e ela disse que tudo bem, que só queria que eu a visse.

A camera pegava apenas o seu rosto ...ela tinha um rostinho redondo, olhos verdes muito lindos e cabelos loiros escuros, tinha um sorriso lindo...Adorou quando eu elogiei sua beleza..

Pedi prá ver seus pés...ela direcionou a camera para os pezinhos...gordinhos, pequenos, de dedos gordinhos , com unhas pintadas de vermelho escuro

Pedi que ela acariciasse com as proprias mãos os seus pés, como eu faria..

Vi a mãozinha bem cuidada deslizar por cada dedinho e fiquei ainda mais excitado..

Comecei a me masturbar...Pedi que ela subisse a mãos,acariciando as pernas e as coxas.. ela me obedecia, dizendo imaginar que fossem as minhas mãos...

Os dedinhos pequenos e gordinhos dela subiam pelas coxas grossas, alisando-as, apertando-as, em carícias seguidas de gemidos.. Eu estava enlouquecido de tesão e dizia " gostosa, vc é muito gostosa", entre outras coisas..

Ela me dizia que ficava muito tesuda me ouvindo a chamar de gostosa...

Eu pedi pra ela ficar de costas prá mim e passar a mão na bunda....

Ela ficou alisando a bunda, pedi pra ela apertar , pedi pra ela tirar o shortinho, ela tirou devagar, gemendo no microfone.." me chama de safada", ela dizia.. e eu repetia: tira o short, safada"..

Ela desceu o shorts, devagar, rebolando, e ficou de costas, empinando a bunda pra mim e tirou a blusa, se virando de frente, colocando as mãos sobre os seios enormes,, me olhando com cara de safada e inocente ao mesmo tempo.."..

"não to aguentando mais de tesão," eu disse", mostra o peitinho prá mim, mostra"

Ela sorriu e ficou fazendo hora, rebolando lentamente, como se estivesse dançando pra mim. Depois tirou as mãos bem devagar , mostrando os seios prá mim.. Eram grandes e tesudos,. Seus bicos também eram grandes e pontudos, de cor marrom escuro, e estavam eriçados

Pedi pra ela tirar a calcinha...ela me disse que estava molhadinha de tesão, pedi pra ver a calcinha.

Ela direcionou a camera para o seu rosto e pude ver pelo movimento dos braços que estava tirando a calcinha...eu não aguentava de tesão e masturbava loucamente meu pau duro.."mostra, eu disse, mostra,.."

Ela mostrou o fundo da calcinha.. o fundo da sua calcinha brilhava pela umidade.

Carol se afastou um pouco , ficou de costas pra mim e empinou a bunda, pra que eu visse a sua bucetinha por trás..." que tesão.." ela dizia..Ela ficou de quatro, com a buceta bem a mostra, de poucos pelos. ficou deslizando os dedinhos por ela, com o rosto virado para mim , fazendo cara de muito tesão...chupou bem os dedinhos e ficou passando no inicio do cuzinho, passando em volta e enfiando um pouquinho..

Pedi pra ver a bucetinha dela, ela abriu as pernas sentada na cadeira pra eu ver sua bucetinha de poucos pelos .

"Tá gostando?" ela dizia..

"to adorando" eu respondi..vc é muito gostosa, to louco de tesão"

." to tesuda também," ela dizia."

"Queria estar aí contigo , prá te tocar.."

" Você tá aqui comigo, no meu tesão." Ela começou a se masturbar devagar, os seus dedos faziam movimentos circulares no grelinho e enquanto se tocava, olhava pra camera e pedia: " diz o que vc vai fazer comigo, diz, tarado",,..

E eu dizia, rouco de tesão : quero te beijar e te abraçar muito, quero passar as mãos nos seus seios e te dizer: sua putinha, bati mil punhetas, pensando neles"..

Ouvindo isso, Carol gemia e apertava os biquinhos dos enormes seios... e começou a acariciar os seios. alisando com tesão, apertando, passando as mãos pelos biquinhos , apertando os biquinhos, me pedindo prá falar mais..

" que mais, fala..."

" to com tanto tesão por você,vou encostando meu pau quente, vibrando de duro dentro de você"...

" que homem gostoso, fode comigo".. ela falava e se acariciava rapidamente...

Eu continuava falando, sem parar, quase gritando : " puta safada, vou te chupar bem gostoso, grita de tesão pra mim..".

..E Carol gemia dizendo: " que tesão"

e eu dizia "vadia, vadia..esfrega o grelinho" ela esfregava, eu dizia, bate no grelo e ela dava tapinhas na buceta, gemendo que nem louca. O grelo ficava bem vermelho, inchado, duro,ela colocou as pernas abertas com a câmera na frente focalizando bem a buceta, puxando o grelo que ficava enorme, gemendo no microfone..

.." Vou te colocar de quatro.."

E Carol ficava de quatro, rebolando a bunda pra camera e dizia " vc sabe.. tarado, essa é a minha posição favorita"..

"Vou puxar teus cabelos e mandar : grita , cachorra, puta.."

E ela gemia mais alto, se tocando furiosamente .." Gabriel, ela disse, to quase gozando..gostoso"

" Então vou te pegar e te virar pra mim...vem, abre as pernas..( ela se virou e abriu as pernas pra camera) isso, agora vou te chupar gostoso.. goza na minha boca""

"ahhhha, ela gemia.. ahhhhh.."

rebola na minha cara, esfrega sua buceta na minha cara, quero enfiar a lingua no meu cú ", eu disse, .." Tarado, ela disse, vc é safado, canalha "..

." voce gosta," eu disse, urrando de prazer ..

." Vou gozar, Gabriel, não aguento, vou gozar"

-os seus dedos faziam movimentos circulares, rapidos, e ela pedia pra ser xingada...Era tesão puro !! Enquanto esfregava o grelinho com uma mão, com a outra, enfiava dois dedos na buceta, num vai e vem gostoso, se contorcendo muito, gemendo.. me pedindo prá chamar ela de tudo que é nome.

" me chama de vadia,disse"..

eu chamei e ela pediu mais " me chama de tudo, tem tanto nome .."

dizia enquanto seus dedos castigavam seu grelinho com rapidez..

"vagabunda, safada, putinha, vadia., piranha,tesuda,, cachorra.."

"Isso, ela disse,, isso, sou cachorra...cadela..puta," ela gemia enquanto começava a masturbar mais forte, no grelinho, e rebolava muito , empinava mais a bunda.

Então gozou, gozou gostoso, Estremeceu todinha, sua buceta tava umida...

Aí deitou na cama, de barriga pra cima e com as pernas abertas, ainda fazendo um pouco de carinho na xaninha.. ...."que delicia, ela disse... gozei gostoso, Gabriel você é um tesão "

Ficamos conversando mais um pouco , depois ela se despediu e fomos dormir, satisfeitos..Era madrugada.

De manhã, ela me ligou do celular , dizendo que estava indo pegar o marido no aeroporto.. Disse que estava com saudades de mim e começamos a relembrar a nossa foda virtual. Logo ficamos excitados.

Eu mandei ela parar o carro no acostamento e se masturbar pra mim..

Comecei a falar coisas safadas no ouvido dela, dizendo que ela era muito gostosa, a minha puta mais safada, a vagabunda mais gostosa que eu conhecia e que eu estava de pau duro por causa dela.. Ela gemeu gostoso pra mim, e eu pedi pra ela gemer mais alto... a safadinha às vezes colocava o celular bem perto da xota, só pra eu ouvir o barulinho dos dedos dela entrando e saindo..gemeu alto e gozou gostoso, me ouvindo chamar ela de cachorra..

"Gozei feito uma putona", ela disse, me chamando de safado , tarado, delicioso..

Nunca mais tive a sorte de reencontrar minha deliciosa leitora..

Tenho saudades dela e senti como se a tivesse fodido de verdade..

Um comentário:

Conte sua fantasia